Professores paranaenses são selecionados para lecionar em escolas dos EUA

O intercâmbio é realizado por meio de uma parceria entre a Secretaria Estadual da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) e a Secretaria da Educação do Estado Utah, na região Oeste dos EUA.

Foi divulgado pelo Governo do Estado o resultado da seleção de professores da rede estadual de ensino fundamental para participar do Programa de Imersão Dupla em Português do Estado de Utah, nos Estados Unidos. Esse intercâmbio é possível graças a uma parceria entre a Secretaria Estadual da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) e a Secretaria da Educação do Estado de Utah.

A parceria entre os estados foi estabelecida em 2014, com o intuito de ampliar as oportunidades de desenvolvimento profissional e pessoal para os professores que trabalham no ensino fundamental no Paraná. Seguindo o edital, foram selecionadas as professoras Aline Gaspar Souza Faralhi, de Curitiba, e Fernanda Lemos da Roza de Oliveira, de Maringá. A primeira irá trabalhar em uma escola em Smithfield, no Condado de Cache, enquanto a segunda atuará em Tooele, sede do Condado de Tooele. As atividades terão início no segundo semestre de 2023.

Desde o primeiro ano do programa, em 2015, 45 professores já participaram da Imersão Dupla em Português do Estado de Utah, e desses, 38 continuam trabalhando nos Estados Unidos. A língua portuguesa é ensinada em sete distritos escolares do Estado de Utah. Os professores selecionados terão a missão de ensinar a língua portuguesa para alunos de 6 a 15 anos, em turmas da 1ª à 9ª série, na rede pública norte-americana, durante um período de até três anos.

Programa

A seleção para o programa acontece anualmente durante os meses de fevereiro e março, e é composta por três fases eliminatórias: análise documental, entrevista em inglês e avaliação de uma experiência didática em sala de aula, registrada em vídeo pelos candidatos aprovados na segunda fase.

O edital estabelece que os candidatos devem estar aptos para lecionar disciplinas como português, matemática, estudos sociais, ciências, educação física, artes e cultura geral. Para se inscrever, é preciso ter formação em Pedagogia, Letras, Ciências, Matemática ou outra área relacionada, além de experiência recente de, no mínimo, três anos como docente do ensino fundamental em escolas públicas ou privadas no Paraná. Os candidatos também devem demonstrar proficiência em língua inglesa, correspondente ao nível intermediário B1 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (CEFR), um padrão internacional de classificação de fluência em diversos idiomas.

Benefícios

Os docentes selecionados receberão uma remuneração anual que varia entre US$ 45.000 (renda bruta), o que equivale a cerca de R$ 224.500, e US$ 58.000, o equivalente a aproximadamente R$ 289.500. Os salários serão pagos durante o ano letivo americano, que compreende o período de setembro a agosto do ano seguinte. Ademais, os professores terão direito a planos de saúde e odontológico, além de moradia temporária durante as duas primeiras semanas.

Além disso, o programa permite que a família acompanhe o professor, com a possibilidade de obtenção de visto de trabalho em tempo parcial para o cônjuge e matrícula em escola pública para filhos com idade de até 21 anos. Vale ressaltar que os custos de passagem e visto serão de responsabilidade dos candidatos.

Via Agência Estadual de Notícias.

Compartilhe
Comente

Mais do Em PG é Assim

PRF e PF apreendem 2,5 toneladas de maconha na região de Londrina
Paraguaio, de 22 anos, foi detido; caminhão que transportava a droga também era paraguaio
Ônibus da Vacina – Confira os locais de Atendimento, 12/04
Torta de sardinha – Receita fácil
Aprenda a fazer uma torta de sardinha de maneira rápida e saborosa.

Categorias

Pontagrossauros 😂

Ria com os melhores memes de Ponta Grossa e região.

Dê uma volta ao passado com fotos de lugares marcantes em PG.

Confira a agenda de eventos de Ponta Grossa.