Ponta Grossa terá mais 100 casas do programa Minha Casa Minha Vida

 O anúncio foi feito pelo deputado federal Aliel Machado após o lançamento do programa MCMV Rural e Entidades

Ponta Grossa irá receber mais 100 novas residências do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) entidades e rural. A informação foi confirmada pelo deputado federal Aliel Machado (PV), após o anúncio liderado pelo Ministro das Cidades, Jader Filho, ao lado do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Recentemente, o deputado já havia confirmado a construção de 104 novas casas pelo programa na cidade. 

Dentre os municípios beneficiados, Ponta Grossa será mais uma vez contemplada, através do trabalho feito pela União por Moradia Popular. 50 casas serão construídas no bairro Oficinas, na região do Ouro Verde, através da União por Moradia Popular de Ponta Grossa e região e mais 50 unidades em Itaiacoca, também pela UMP, mas estadual. O programa não visa apenas atender as necessidades de habitação, mas também prioriza grupos vulneráveis, como mulheres chefes de família e comunidades tradicionais, incluindo quilombolas e povos indígenas.

“Ponta Grossa mais uma vez contemplada pelo Governo Federal nesse que é um dos programas mais importantes para a população. É um programa que atende lá na ponta, quem mais precisa e que tinha acabado no governo anterior. Essa retomada vai proporcionar novamente moradia digna à nossa população”, comemora Aliel. 

No total, a nova fase teve a seleção de propostas de 112 mil unidades habitacionais nas modalidades Rural e Entidades em todo o país. O Paraná será contemplado com 2.253 unidades, sendo 1252 rural e 1001 entidades. Entre os municípios representados pelo parlamentar e que também serão atendidos estão: Cruz Machado, Mallet, Paulo Frontin, Prudentópolis, Tibagi, Candói, Nova Tebas, Palmital e Piraí do Sul

No âmbito do MCMV Rural, mais de 75 mil moradias foram selecionadas, representando um aumento de 150% em relação à meta inicial. Isso beneficiará cerca de 300 mil pessoas em 1.274 municípios brasileiros, com um investimento previsto de até R$ 5,6 bilhões. O objetivo é reduzir o déficit habitacional nas áreas rurais e proporcionar melhores condições de vida para as famílias agrícolas.

O MCMV Entidades, por sua vez, destaca-se por seu compromisso com a produção social de moradia e a participação ativa da população e dos movimentos de luta por moradia. Com um investimento estimado de R$ 6 bilhões, mais de 148 mil pessoas poderão ser beneficiadas. Esta modalidade oferece financiamento subsidiado a famílias organizadas por entidades privadas sem fins lucrativos para a produção de unidades habitacionais urbanas.

As famílias alvo deste programa possuem renda mensal familiar de até R$ 2.640,00, com uma possibilidade de até 10% das famílias atendidas possuírem uma renda mensal bruta limitada a R$ 4.400,00. A subvenção econômica concedida varia entre R$ 130.000,00 a R$ 164.000,00, dependendo da tipologia da construção e da região.

O processo de seleção das propostas é conduzido com transparência e envolve um Comitê de Acompanhamento composto por entidades representativas e órgãos governamentais. Essa colaboração permite o monitoramento e aprimoramento contínuo das linhas de atendimento do MCMV Rural e Entidades.

Compartilhe
Comente

Mais do Em PG é Assim

Justiça prorroga prisão de envolvidos no caso Geovana
A justiça prorrogou, no final da tarde de hoje (24), por mais trinta dias, a prisão dos suspeitos de envolvimento no homicídio de Geovana, menina de 10 anos que foi baleada na cabeça e faleceu em decorrência
Ônibus da Vacina – Confira os locais de Atendimento, 12/04
Torta de sardinha – Receita fácil
Aprenda a fazer uma torta de sardinha de maneira rápida e saborosa.

Categorias

Pontagrossauros 😂

Ria com os melhores memes de Ponta Grossa e região.

Dê uma volta ao passado com fotos de lugares marcantes em PG.

Confira a agenda de eventos de Ponta Grossa.