PCPR e PCSC realizam a prisão de criminoso responsável por bilhete premiado

PCPR de Castro e PCSC cumpriram um mandado de prisão temporária e também um mandado de busca e apreensão de um investigado, integrante de associação criminosa envolvida no golpe do falso bilhete premiado
Foto: PCPR/Reprodução

Nesta terça-feira (07), a Polícia Civil de Castro em conjunto com a Polícia Civil de Santa Catarina cumpriram de forma integrada, na cidade de Itajaí, em Santa Catarina, mandados de prisão temporária e busca e apreensão de um indivíduo, de 25 anos e que fazia parte de uma associação criminosa, que aplicava golpes de bilhete premiado. Os mandado foram expedidos em face da representação do Ministério Público de Castro.

A investigação se deu início na Cidade de Castro, quando uma vítima idosa compareceu até a Delegacia de Polícia relatando ter sido vítima do crime de extorsão mediante restrição da liberdade, sendo abordada em via pública por três indivíduos, sendo dois homens e uma mulher, e obrigada a realizar diversas transações bancárias, em três agências, nas cidades de Castro, Carambeí e Ponta Grossa.

No dia 05 de março, os mesmos indivíduos teriam se dirigido de Santa Catarina até a cidade de Castro, no Paraná, afim de cometer crimes, ocasião em que dois indivíduos foram presos em flagrante no momento em que mantinham uma idosa em seu poder, prisões estas que foram convertidas em prisões preventivas. Um dos indivíduos presos fez uso de falsa identidade, utilizando-se dos dados de uma criança falecida aos 03 anos de idade, tratando-se de um condenado há mais de 44 anos de prisão, pelos crimes de furto, roubo e homicídio qualificado, que estava na lista do mais procurados do Estado do Santa Catarina.

Diante da repercussão da prisão, aos menos 7 vítimas compareceram na Delegacia. Segundo o apurado nas investigações, os indivíduos agiam na região desde 2022, as vítimas eram pessoas idosas, abordadas em via pública, sendo que uma feminina pedia ajuda para saque de um bilhete premiado, momento em que um segundo indivíduo forçava os idosos a entrarem em um carro, agindo muitas das vezes com violência e ameaça, restringindo a liberdade dos mesmos, obrigavam as vítimas a fazer diversas transações bancárias, além de subtrair joias e celulares, enquanto um terceiro fazia a segurança da dupla.

As investigações continuam a fim de identificar demais integrantes da associação criminosa e o total de prejuízo financeiro das vítimas.

Com informações da PCPR

Compartilhe
Comente

Mais do Em PG é Assim

Justiça prorroga prisão de envolvidos no caso Geovana
A justiça prorrogou, no final da tarde de hoje (24), por mais trinta dias, a prisão dos suspeitos de envolvimento no homicídio de Geovana, menina de 10 anos que foi baleada na cabeça e faleceu em decorrência
Ônibus da Vacina – Confira os locais de Atendimento, 12/04
Torta de sardinha – Receita fácil
Aprenda a fazer uma torta de sardinha de maneira rápida e saborosa.

Categorias

Pontagrossauros 😂

Ria com os melhores memes de Ponta Grossa e região.

Dê uma volta ao passado com fotos de lugares marcantes em PG.

Confira a agenda de eventos de Ponta Grossa.