Jogos Paradesportivos do Paraná reunirão mais de 2,1 mil atletas em Londrina

Nesta etapa serão definidos os campeões do atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha paralímpica, dragon boat, futsal paradesportivo, goalball, golf 7, handebol, natação, parabadminton, paracanoagem, paraciclismo, parataekwondo, paratênis de mesa, rugby em cadeira de rodas, tênis em cadeira de rodas, vôlei sentado e xadrez
Jogos Paradesportivos do Paraná reunirão mais de 2,1 mil atletas em Londrina | Foto: SEES-PR

Mais de 2,1 mil atletas e técnicos de 66 municípios estarão em Londrina entre os dias 29 de maio e 2 de junho para disputar a etapa final dos Jogos Paradesportivos do Paraná. É um número recorde de participantes desde a criação da competição.

Ao todo, 427 equipes vão disputar 18 modalidades, cada uma com desdobramentos específicos para atender deficientes físicos (DF), auditivos (DA), intelectuais (DI), visuais (DV), com Síndrome de Down (SD) e Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Nesta etapa serão definidos os campeões do atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha paralímpica, dragon boat, futsal paradesportivo, goalball, golf 7, handebol, natação, parabadminton, paracanoagem, paraciclismo, parataekwondo, paratênis de mesa, rugby em cadeira de rodas, tênis em cadeira de rodas, vôlei sentado e xadrez.

“A iniciativa faz parte da estratégia estadual de valorização do paradesporto. Assumimos o compromisso de que o Paraná seria referência no Brasil no paradesporto e isso está se concretizando”, afirma o secretário estadual do Esporte, Hélio Wirbiski.

Os Jogos Paradesportivos integram a lista de jogos oficiais promovidos anualmente pelo Governo Estado, por meio da Secretaria de Estado do Esporte.

Programação, cronograma, informativos, resultados e boletins estão disponíveis na aba de documentos da Paraná Esporte.

FESTIVAIS REGIONAIS – Além dos Jogos, o Governo do Paraná também promove o Festival Paradesportivo das Regionais. Ele oferece oficinas de atletismo, golf 7 e vôlei sentado e dá mais visibilidade aos esportes para pessoas com deficiência. Já foram atendidas as regionais de Cornélio Procópio, Londrina, Guarapuava, Pontal do Paraná, Foz do Iguaçu, Pato Branco, Maringá, Campo Mourão, Paranavaí e Campo Largo. Outras duas edições estão previstas para acontecer até agosto: Umuarama (3 e 4 de junho) e Ivaiporã, em data a ser definida.

CENTROS DE REFERÊNCIA – O Paraná também conta com uma Rede Estadual de Paradesporto, iniciativa conjunta entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Esporte, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e a Universidade Federal do Paraná (UFPR) para incentivar a prática esportiva por pessoas com deficiência. Pioneira no País, a iniciativa prevê a implantação de 10 Centros de Referência Paralímpicos no Estado até o final deste ano, sendo que sete deles já estão em processo de implantação.

As unidades ficarão nas cidades de Maringá, que recebeu o primeiro centro de referência no Paraná, Curitiba, Ponta Grossa, Telêmaco Borba, Cornélio Procópio, Cascavel, Campo Mourão, Ivaiporã, Londrina e Foz do Iguaçu. Cada uma vai oferecer modalidades diferentes, como atletismo, tênis de mesa, parabadminton, futebol para cegos, goalball, tênis em cadeira de rodas, bocha paralímpica, parataekwondo e judô, entre outras.

Com informações da Agência Estadual de Notícias

Compartilhe
Comente

Mais do Em PG é Assim

Operário e Santos se enfrentam no Germano Krüger nesta sexta (14), às 19h
Saiba onde a partida será transmitida, quais ruas serão bloqueadas e as pontuações dos times na Série B
Ônibus da Vacina – Confira os locais de Atendimento, 12/04
Torta de sardinha – Receita fácil
Aprenda a fazer uma torta de sardinha de maneira rápida e saborosa.

Categorias

Pontagrossauros 😂

Ria com os melhores memes de Ponta Grossa e região.

Dê uma volta ao passado com fotos de lugares marcantes em PG.

Confira a agenda de eventos de Ponta Grossa.